Sugestões de pratos e comidas que combinam com vinho e seus diferentes tipos

Sugestões de pratos e comidas que combinam com vinho e seus diferentes tipos

Antes de tudo, para entrar neste assunto, é necessário que se diga o quão relevante e importante é levar em conta o seu gosto pessoal. Isto porque ao escolher um vinho para saborear, não devemos esquecer o prazer que este momento nos oferece. O bom apreciador de vinhos não degusta apenas pela ocasião, mas, sobretudo, pela sensação de prazer e gozo em apreciar sua bebida favorita.

Levando-se em conta que comer também é uma experiência prazerosa, porque não harmonizar este momento unindo ambas as práticas?

Esta harmonização pode até parecer um tanto quanto complicada para quem está começando agora, já que são muitas opções e possibilidades. Mas pensando nesta situação, algumas dicas podem facilitar sua escolha, tornando os seus momentos de degustação uma experiência inesquecível com ótimos vinhos e acompanhamentos.

Com as dicas a seguir, é possível unir estes dois prazeres com maior naturalidade. Confira abaixo pratos que combinam com vinho:

 

Escolha pessoal

Primeira e mais importante consideração: nunca ignore sua preferência. Seja ela na escolha do vinho ou do prato, o seu gosto é fator mais importante para uma perfeita harmonização. Por mais saborosa que a combinação possa parecer, você pode ser surpreendido por algum ingrediente que não seja do seu agrado, afetando toda a experiência.

 

O benefício da cautela e sensatez

Busque sempre o equilíbrio entre o vinho e o prato. Pratos leves combinam com vinhos leves. Pratos mais elaborados combinam com vinhos encorpados. Leve em conta o teor de gordura do prato, a consistência de molho e modo de preparo. As harmonizações podem ser feitas por contraste (por exemplo, vinhos doces e queijos curados) ou por complementação (vinhos com toques herbáceos e molhos a base de tomate), mas sempre mantendo equilíbrio, para que um não se sobreponha ao outro.

É muito importante que você conheça as características do prato e do vinho.

  

Pratos e comidas que combinam com cada tipo de vinho

Abaixo, algumas dicas gerais e detalhes específicos de consumo, que também podem agregar à sua degustação. Observando essas pequenas dicas, junto de seu conhecimento e gosto pessoal, sempre será um momento prazeroso saborear uma refeição acompanhada de uma excelente taça de vinho.

 

Comidas que combinam com vinho tinto seco

Leves: carnes vermelhas grelhadas ou assadas, frango assado ou cozido, pizza, bacalhau, molhos leves, risotos simples, queijos não curados;

Encorpados: carnes assadas e queijos curados e de pasta dura, carnes de caça, comidas bem condimentadas;

Tintos tânicos: devem ser evitados com sabores amargos, muito salgados ou ácidos;

Tintos muito alcoólicos: evite pratos picantes e muito salgados.

 

Comidas que combinam com vinho branco

Já este vinho, quer sejam jovens e frutados ou encorpados e espumantes, se destacam pelo belo casamento com peixes e frutos do mar. Neste caso, assim como os tintos, é importante que se leve em consideração o corpo do vinho. Os mais leves, acompanham pratos leves e os com sabor acentuado vão bem com peixes defumados e bacalhau.

Vinhos brancos, por sua acidez, vão bem pratos a base de manteiga e azeite.

 

Comidas que combinam com vinho rose

Por fim, este vinho está entre os brancos maduros e os tintos leves. Assim, combinam com sabores médios,  com o detalhe, que assim como os brancos, devem ser consumidos em baixa temperatura. Portanto, o ideal é não consumi-lo junto de pratos de inverno e/ou quentes, que acompanhem também queijos de massas moles. Este vinho é um excelente acompanhante para verduras gratinadas, charcutaria, entradas entre outros.