Qual a diferença entre a Uva Cabernet Sauvignon e Merlot

QUAL A DIFERENÇA ENTRE A UVA CABERNET SAUVIGNON E MERLOT?

Em se tratando de vinhos clássicos e tradicionais, aqui estão duas uvas indiscutíveis: a Cabernet Sauvignon e a Merlot, duas das maiores dentro do universo do vinho. Estas uvas produzem vinhos bastante apreciados pelos grandes conhecedores e também pelos degustadores iniciantes e trazem consigo diferenças bem marcantes e singulares.

Não existe melhor forma de conhecê-las, enriquecendo nosso conhecimento, do que na degustação; nosso palato naturalmente fica mais aguçado com base nos detalhes e informações obtidas.

Tanto a Cabernet Sauvignon quanto a Merlot são originárias da região de Bordeaux, sudoeste da França, e fazem parte da família Vitis vinifera (destinadas a produção vínica). O cultivo de ambas as castas é amplamente difundido no mundo, inclusive no Brasil, por se adaptarem aos climas temperados e quentes. Ambas fazem parte e compõe, juntamente com a Cabernet Franc e Petit Verdot, o corte bordalês, marca registrada da região de Bordeaux e berço de ícones como Lafit e Latour.

De acordo com os especialistas da área, chamados de ampelógrafos (ampelo= vinhas + grafos= escrita), as uvas Cabernet Sauvignon e Merlot são consideradas irmãs, por serem descendentes da Cabernet Franc. A seguir, confira algumas características particulares de cada uma e conheça um pouco mais sobre cada vinho.

Uva Cabernet Sauvignon

- Tem característica tânica forte, sensação de língua travada, resultado da grande concentração de taninos.

- Quando jovem, traz notas de frutas negras e vermelhas (cassis, morango e amora), por vezes também lembra especiaria como pimenta.

- Sua cor é o vermelho rubi e quando envelhecida, o vermelho tijolo.

- Nos vinhedos mais quentes, traz traços de azeitonas e amora silvestre.

- Possui acidez elevada, o que estimula as glândulas salivares, proporcionando um equilíbrio perfeito na degustação.

- Excelente harmonização com carnes vermelhas em geral, queijos mais curados, massas e risotos.

- Considerado um vinho encorpado e ideal para consumo no inverno.

- Grande potencial de guarda, graças ao tanino, que ajuda na conservação do vinho.

Vale ressaltar que cada vinho é resultado de seu terroir (segundo o Guia Larousse: “Terroir é uma palavra francesa sem tradução em nenhum outro idioma. Significa a relação mais íntima entre o solo e o micro-clima particular, que concebe o nascimento de um tipo de uva, que expressa livremente sua qualidade, tipicidade e identidade em um grande vinho, sem que ninguém consiga explicar o porquê.”) e assim cada produtor é o responsável por determinar a importância da uva no seu portfólio de vinhos.

Uva Merlot

- Uva potente, com bom corpo, é macia no paladar, menos tânico e tem um bom teor de açúcar residual, dando maciez e textura ao vinho.

- Vinho frutado que lembra frutas vermelhas, como cereja e framboesa.

- Sua cor traz um avermelhado rubi, e quando envelhecido, vai para o roxo.

- A harmonização do vinho Merlot é ideal com carnes vermelhas, queijos em geral, salames, presuntos, massas com molho vermelho, ervas e especiarias.

- Possui padrões específicos de produção que estão ligados diretamente ao momento da colheita da uva:

Padrão internacional: quando é deixada por mais tempo no cacho antes de ser colhida, o que produz características especificas, tais como:

- Aroma mais intenso e perfumado; sabor e aromas de frutas como cerejas e ameixas bem maduras e doces; taninos macios e maduros; menor acidez.

Padrão francês: colhida no momento certo, resultando uma bebida elegante, leve e fresca, o que permite em um aumento em sua longevidade e traz consigo:

- Sabor e aroma de frutas frescas como morango e framboesa; taninos macios e sedosos; acidez um pouco mais acentuada.

Na percepção destas nuances, em vinhos produzidos com ambas as uvas, onde reside a magia de saborear a bebida em sua plenitude.

Gostou deste post? Conte para nós qual seu favorito: Vinho Cabernet Sauvignon ou Merlot?