Menu
< Menu Acesse / Crie sua conta
Busca

Compre também pelo telefone (11) 5042-0077

De segunda à sexta-feira das 9h as 19h
E aos Sábados das 10h as 15h

Pinot Noir

Natural da região de Bourgogne, na França, uma das mais complexas uvas do mundo, a uva Pinot Noir, pode ser definida muito bem em dois adjetivos: elegância e delicadeza.

As evidências apontam que a Pinot Noir é cultivada na Borgonha há mais de 2.000 anos. Por ser tão antiga, é a casta mãe das variedades Pinot Gris e Pinot Blanc. Estudos recentes comprovam que mais outras 16 castas de uvas possuem características genéticas da uva Pinot Noir, entre elas, a Chardonnay, Gamay, Muscadet e Malbec.

É considerada a uva mais complicada de se cultivar e não se adapta em qualquer região. Para muitos apreciadores, apenas sua região de origem, a Bourgogne, produz vinhos à altura desta uva. É uma casta muito delicada, seu amadurecimento é muito precoce e é extremamente sensível às mudanças climáticas e pragas. Necessita de clima fresco bem equilibrado. O excesso de frio produz vinhos pálidos e de sabores pobres. O excesso de calor amadurece demais a uva, provocando sabores e aromas excessivamente tostados, afastando sua elegância marcante.

Quando desenvolvidos à perfeição, os vinhos tintos provenientes da uva Pinot Noir são pálidos, perfumados e misteriosos, de textura aveludada, adotados de taninos pouco agressivos, mas firmes. São vinhos extremamente delicados e de personalidade única.

Os aromas comuns em seus vinhos são de frutas vermelhas como cereja, framboesa, morango. Também apresenta notas florais como violeta e rosas e notas de especiarias e tostados quando amadurecido em carvalho. Na boca é elegante e sedoso com taninos equilibrados.

A Pinot Noir pode originar alguns vinhos prontos para o consumo logo que são engarrafados, entretanto os melhores precisam de alguns anos para evoluir.

Por conta de sua sutileza, raramente é utilizada em cortes, sua fama baseia-se em seus varietais. Poucas experiências de assemblages deram certo, o Champagne é uma delas.

Cultivada em poucos lugares do mundo, destaca-se na região francesa de Bourgogne (Côte D’Or, dividida entre Côte de Nuits e Côte de Beaune) e Champagne.

Outros países estão tendo sucesso na produção de vinhos Pinot Noir como Nova Zelândia, EUA (Califórnia e Oregon) e alguns produtores da África do Sul, Chile, Austrália e Itália.

Itens 1 para 20 de 66 total

Direção Descendente
por página

Tabela  Lista 

Página:
  1. 1
  2. 2
  3. 3
  4. 4

Itens 1 para 20 de 66 total

Direção Descendente
por página

Tabela  Lista 

Página:
  1. 1
  2. 2
  3. 3
  4. 4