Menu
< Menu Acesse / Crie sua conta
Busca

Compre também pelo telefone (11) 5042-0077

De segunda à sexta-feira das 9h as 19h
E aos Sábados das 10h as 15h

Mourvedre

Apesar de ser mais conhecida pelo nome francês, a Mourvedre, é originária da Espanha. Em sua terra natal é conhecida por Monastrell, enquanto no Novo Mundo, é conhecida como Mataró (principalmente para os australianos e californianos). Na região sul da França essa uva é muito comum. Do Languedoc à Provence é utilizada em cortes com a Grenache e a Cinsault nos rosés. Especificamente na Provence, encontramos uma expressão excelente da Monastrell nos rubros da denominação Bandol, que obrigatoriamente não podem ter em sua composição menos de 50% dessa uva. Lá são produzidos grandes rosés, aromáticos e mais encorpados, e excelentes vinhos tintos dessa casta. No Rhône ela está presente em cortes tintos, como o GSM (Grenache, Syrah e Mouvedre). É também umas das uvas que compõe o famoso Château-Neuf-du-Pape. É uma variedade bem rústica e resistente à seca, necessitando de boa ensolação para amaciar seus taninos abundantes. De maturação média a tardia, produz vinhos com aromas destacados de notas animais, como couro, almíscar e toques terrosos, além de frutas vermelhas e negras maduras, cassis e tostado. De coloração intensa, notável graduação alcoólica, acidez média e taninos bem marcados, com persistência e final prolongado. Além da Europa, especialmente França e Espanha, essa casta também pode ser encontrada nos EUA e Austrália, os dois principais produtores depois dos europeus. Carignan Conhecida por mais de 60 nomes, a Carignan ainda possui origem indefinida. Alguns estudiosos acreditam que seu berço seja a Espanha, onde é chamada de Cariñena ou de Mazuelo. Muito comum no sul da França, é uma das uvas mais plantadas na região de Languedoc Roussillon. Mas é no Chile que esta variedade vem ganhando representatividade, originado vinhos de qualidade e reconhecimento internacional. Uma de suas principais características é sua alta produtividade e resistência a solos com falta de água, amadurecendo e produzindo mesmo em condições rigorosas. Em contrapartida, é uma variedade difícil de cultivar, pois requer conhecimentos específicos e técnicas avançadas de produção. É sensível a pragas e não costuma aceitar colheita mecânica, pois tem talos com os quais é particularmente difícil de lidar. Tem melhor desenvolvimento em climas temperados, com boa variação de temperatura entre o dia e a noite. Assim como a maioria das castas, pode apresentar características diferentes em cada local onde é cultivada. Seu caráter rústico deve ser considerado uma vantagem quando bem trabalhado dentro da vinícola, produzindo vinhos com muita tipicidade, a expressão perfeita de seu terroir. Os vinhos da uva Carignan geralmente possuem aromas de frutas escuras maduras, ameixas, amora, pimenta e especiarias. De coloração intensa eteor alcoólico relativamente alto, são ricos em acidez e taninos, além de muito bem estruturados. Robustos, encorpados e com muita autenticidade. Frequentemente presente em cortes, confere aos vinhos mineralidade, aromas florais, acidez e cor. Também produz excelentes varietais com muita personalidade. É cultivada na França, Espanha, Itália, Estados Unidos, Argentina e Chile (destaque para o Valle do Maule).

Itens 1 para 20 de 48 total

Direção Descendente
por página

Tabela  Lista 

Página:
  1. 1
  2. 2
  3. 3

Itens 1 para 20 de 48 total

Direção Descendente
por página

Tabela  Lista 

Página:
  1. 1
  2. 2
  3. 3