Menu
< Menu Acesse / Crie sua conta
Busca

Compre também pelo telefone (11) 5042-0077

De segunda à sexta-feira das 9h as 19h
E aos Sábados das 10h as 15h

Garnacha

Trata-se de uma das uvas viníferas mais plantadas no mundo, e, mesmo assim, ainda pouco popular. Ela não é famosa nem conhecida com a Merlot ou Cabernet Sauvignon e a maioria das pessoas nem imagina que já experimentou essa uva.

Isso acontece porque ela é raramente utilizada em versão varietal. Em sua maioria, a Grenache é utilizada para complementar outras castas, melhorando o sabor e o aroma dos vinhos que levam o nome destas outras castas.

Por este motivo, poucos sabem que a Grenache é uma uva versátil que dá origem a rosés, tintos secos e doces, vinhos alcoólicos e frutados e, principalmente, que ela tem um papel muito importante no sul da França, onde compõe o famoso Chateauneuf-du-Pape e o Cote Du Rhône.

Em sua terra natal, a Espanha, possui outros nomes, como Garnacha ou Garnacha Tinta. Produz vinhos que vão do rústico ao moderno, sem perder a potência (Priorat), até vinhos jovens e que não são indicados para guarda (Rioja).

Já na Itália é conhecida como Cannonau. Na Austrália é normalmente misturada com a Shiraz (Syrah) e Mourvedre, corte conhecido como GSM.

A Grenache é uma uva que aceita boas condições de clima, podendo ser cultivada em regiões mais quentes. Contudo, para se produzir um bom vinho, esta uva exige alguns cuidados do viticultor, como várias podas para apresentar a produção necessária (baixo rendimento), com objetivo de manter seu sabor e características. Mesmo assim, sua produção é extremamente viável, já que é possivelmente a uva mais sociável de todas.

Cepa de longo amadurecimento, é uma das últimas castas a ser colhida. Isso explica, em parte, a alta concentração de açúcar no bago, o que resulta em elevada graduação alcoólica, podendo passar dos 15º.

Além de alcoólicos, origina vinhos aromáticos com poucos taninos e baixa acidez. Por conta de sua versatilidade na produção de vinhos de diferentes estilos, pode apresentar variações de aroma. Em geral, os mais encontrados são framboesa, ameixa, morango, damasco seco, pimenta do reino, café, tostado e couro, entre outros.

Na boca, a uva Grenache também pode apresentar-se das mais variadas formas: rosé, tinto seco ou doce. O corpo pode variar entre baixo para médio (rosés), passando pelo corpo médio clássico (tintos de Rioja e Châteauneuf-du-Pape) até encorpados (Priorato e GSM). Além disso, no caso dos vinhos de sobremesa, a textura é envolvente, potente e complexa.

Apesar dos vinhos em cortes serem mais frequentes, pode ser apresentada em sua versão varietal.

O fato de ser tão eclética permite degustá-la jovem ou não, dependendo da região e do estilo do vinho. Somente os melhores vinhos merecem ser guardados. Nessa linha temos: até 05 anos (vinhos rosés e tintos mais simples), de 03 a 07 anos (Riojascrianza, Gigondas e Côtes Du Rhône), de 05 a 10 anos (Banyuls e Maury), de 05 a 15 anos (Priorato e Châteauneuf-du-Pape).

Cultivada em muitos lugares do mundo, as principais regiões são: Espanha (Priorato, Rioja e Navarra), França (Vale do Rhône, Châteauneuf-du-Pape, Gigondas, Tavel e Lirac, Roussillon), Itália (Sardenha e Córsega), Austrália e África do Sul.

Itens 1 para 20 de 21 total

Direção Descendente
por página

Tabela  Lista 

Página:
  1. 1
  2. 2

Itens 1 para 20 de 21 total

Direção Descendente
por página

Tabela  Lista 

Página:
  1. 1
  2. 2