Menu
< Menu Acesse / Crie sua conta
Busca

Compre também pelo telefone (11) 5042-0077

De segunda à sexta-feira das 9h as 19h
E aos Sábados das 10h as 15h

Bourgogne

Conhecida pela excelência de seus vinhos, Bourgogne divide com Bordeaux o título de mais famosa região vinícola da França.

Situada na região centro-leste do país, a maioria de suas sub-regiões estende-se entre as cidades de Dijon, ao Norte e Lion, ao sul, com exceção de Chablis, situada a noroeste de Dijon.

Ao contrário de Bordeaux, onde os tintos encorpados se sobressaem, Bourgogne é famosa por seus brancos marcantes e tintos delicados. A maioria dos rótulos feitos em Bordeaux são cortes, enquanto os vinhos de Bourgogne são, essencialmente, varietais.

E essas não são as únicas diferenças entre as duas grandes potências da vinicultura francesa.

A área produtora de Bourgogne representa 1/6 da de Bordeaux. Além disso, os vinhos bordaleses são produzidos em uma única propriedade (Chatêau), enquanto, as AOC´s em Bourgogne ocupam um território delimitado, por vezes bem pequeno, e com diversos proprietários. É um retalho de pequenas micro-regiões (mais de 100 AOC´s), pequenos produtores, cooperativas e negociantes, e mais de 4.300 Domaines (denominação de propriedade similar aos Chatêaus em Bordeaux).

É uma região com características climáticas complicadas. O solo é predominantemente calcário e clima é continental, com invernos mais frios e verões curtos e frescos, além de primaveras sujeitas a geadas. Por isso, apenas se adaptam variedades de uvas de amadurecimento precoce, como a Pinot Noir, a grande tinta de Bourgogne.

Junto com a Pinot Noir, a Gamay (especialmente na região do Beaujolais)é a matéria-prima dos tintos borgonheses que primam pela elegância, delicadeza e complexidade.

Os brancos dessa região são conhecidos como os melhores do mundo, refletindo a exuberância do Chardonnay e o frescor da Aligoté.

Côte d‘Or é sem dúvida uma das mais famosas sub-regiões de Bourgogne por produzir grandes vinhos estrelados. Divide-se em duas partes, Côte de Nuits, ao norte, e Côte de Beaune, ao sul. Em Côte de Nuits vamos encontrar os tintos mais longevos e de maior prestígio em Chambertin, Gevrey-Chambertin, Morey-Saint-Denis, Chambolle-Mussigny, Vougeot, Vosne-Romanée (onde é produzido o lendário Romanée-Conti) e Nuits-St-Georges. A Côte de Beaune produz os melhores brancos do mundo, a partir da uva Chardonnay, sendo seus principais vinhedos Aloxe-Corton (Corton-Charlemagne), Pommard (produtor de tintos), Volnay, Mersault, Puligny-Montrachet (onde encontramos o famoso Montrachet) e Chassagne-Montrachet.

Outras regiões importantes de Bourgogne: Chablis (Grands Crus, Premiers Crus, Chablis e Petit Chablis), Côte Chalonnaise (Rully, Mercurey, Givry e Montagny), Mâconnais (Mâcon, Pouilly-Vinzelles, Pouilly-Loché e Saint-Veran) e Beaujolais (Beaujolais, Beaujolais Supérieur, Beaujolais, Crus de Beaujolais, Beaujolais Nouveau).

A experiência de degustar um grande Bourgogne proporciona um prazer enorme e muitas vezes inesquecível. Seus tintos delicados e seus grandes brancos são a verdadeira expressão do seu terroir. São vinhos reconhecidos e constantemente citados entre os melhores do mundo, produzidos por especialistas que buscam a perfeição em cada safra.

Itens 1 para 20 de 47 total

Direção Descendente
por página

Tabela  Lista 

Página:
  1. 1
  2. 2
  3. 3

Itens 1 para 20 de 47 total

Direção Descendente
por página

Tabela  Lista 

Página:
  1. 1
  2. 2
  3. 3