Menu
< Menu Acesse / Crie sua conta
Busca

Compre também pelo telefone (11) 5042-0077

De segunda à sexta-feira das 9h as 19h
E aos Sábados das 10h as 15h

Vinho Português

Com uma longa tradição vinícola, Portugal está entre os 10 principais produtores mundiais. O país de origem do famoso vinho do Porto possui o mais antigo sistema de apelação do mundo, a região do Douro é demarcada desde o século XVIII.

Ainda, duas das regiões portuguesas produtoras de vinho são protegidas pela UNESCO como património mundial: a Região Vinhateira do Alto Douro e a Paisagem da Cultura da Vinha da Ilha do Pico.

Embora ainda controversa, a história em Portugal teve início provavelmente cerca de 2.000 a.C., pelos tartessos, responsáveis por plantarem as primeiras videiras na Península Ibérica. Mais tarde, fenícios, gregos, celtas e, principalmente, os romanos contribuíram com o desenvolvimento da vinicultura no local, através da introdução de novas variedades e o aperfeiçoamento de certas técnicas de cultivo.

Após a fundação de Portugal e durante o período dos descobrimentos, o produto tornou-se o mais exportado pelo país. Com a assinatura entre Portugal e a Inglaterra do Tratado de Methwen, regulamentando as trocas comerciais entre os dois países, a exportação do vinho intensificou-se.

Nas últimas décadas, a vitivinicultura portuguesa passou por uma grande evolução, principalmente no campo tecnológico. Embora preservem suas características tradicionais, como a elaboração de seus rótulos a partir de suas castas nativas, com a ajuda da tecnologia, houve um aperfeiçoamento na produção dos vinhos portugueses.

Sua vasta quantidade de castas autóctones, permite a elaboração de uma grande diversidade de vinhos, com personalidades distintas e características ímpares.

Entre as uvas tintas mais importantes do país temos a Touriga Nacional, Aragonêz (ou tinta Roriz no Douro, Tempranillo na Espanha), Baga, Castelão, Touriga Franca e Trincadeira. Entre as brancas, Alvarinho, Loureiro, Arinto, Encruzado, Bical, Fernão Pires, Moscatel e Malvasia Fina são muito apreciadas.

Os vinhos portugueses estão classificados em quatro níveis em ordem crescente de qualidade: Vinhos de Mesa (não se encaixam em nenhuma das classificações mencionadas a seguir), Vinhos Regionais, Indicação de Proveniência Regulamentada (IPR), Vinhos de Denominação de Origem Controlada (D.O.C.)

Para atender ao Mercado Comum Europeu foi criada a nomenclatura Vinho de Qualidade Produzido em Região Determinada (V.Q.P.R.D.) que engloba as IPR e as DOC. Também foram criadas denominações análogas para os vinhos espumantes e licorosos: V.E.Q.P.R.D. (Vinho Espumante de Qualidade Produzido em Região Determinada) e V.L.Q.P.R.D. (Vinho Licoroso de Qualidade Produzido em Região Determinada).

As regiões produtoras mais conhecidas são o Douro (região dos vinhos do Porto), Alentejo, Dão, Madeira, Porto, Setúbal, Bairrada, Monções, Vinho Verde, Estremadura, Ribatejo, Algarve entre outras.

Nos últimos anos, os rótulos da terra de Camões vêm ganhando espaço, ocupando um lugar de prestígio no cenário internacional, que vai além de seus vinhos do Porto. Portugal produz exemplares distintos e únicos, que representam a qualidade e a personalidade de suas uvas e sua história de tradições.

Os melhores vinhos portugueses, você encontra aqui na Via Vini, desde vinhos portugueses premiados, até vinhos portugueses bons e baratos, com qualidade e muito custo-benefício.

Itens 1 para 20 de 61 total

Direção Descendente
por página

Tabela  Lista 

Página:
  1. 1
  2. 2
  3. 3
  4. 4

Itens 1 para 20 de 61 total

Direção Descendente
por página

Tabela  Lista 

Página:
  1. 1
  2. 2
  3. 3
  4. 4