Menu
< Menu Acesse / Crie sua conta
Busca

Compre também pelo telefone (11) 5042-0077

De segunda à sexta-feira das 9h as 19h
E aos Sábados das 10h as 15h

Vinho Neozelandês

A Nova Zelândia vem ganhando espaço como produtor de vinhos de excelência principalmente pelo prestígio de seus Sauvignon Blancs, produzidos na principal região vinícola do país, Marlborough. Formada por um conjunto de ilhas, é o produtor de vinhos mais isolado do mundo.

Sua história vitivinícola é bem recente, se comparada com a de outros países, especialmente os do Velho Mundo. Os primeiros vinhedos foram plantados em 1840 e, apenas 20 anos mais tarde, a produção de vinhos foi iniciada.

A população de origem predominantemente inglesa (voltada para o consumo da cerveja), grupos puritanos contrários ao consumo de álcool e, ainda, pragas, como a Filoxera, foram entraves para o desenvolvimento do vinho no país.

Na década de 1970, no entanto, importantes mudanças começaram a transformar o cenário da vitivinicultura neozelandesa. O interesse pelo vinho aumentou e castas como a Sauvignon Blanc, Chardonnay e Pinot Noir começam a dar estilo aos vinhos locais.

As condições climáticas do país são predominantemente frias devido a fortes influências marítimas. A diversidade de microclimas e solos do país permitem a produção de uma grande variedade de estilos de vinhos.

Como a maioria absoluta da produção é voltada para vinhos brancos, a Sauvignon Blanc e Chardonnay são as duas variedades mais plantadas. Outras castas brancas como a Semillon, Riesling, Gewürztraminer e Pinot Gris, também originam vinhos secos, leves, aromáticos e excelentes espumantes no país.

Embora não tenham o mesmo sucesso comercial que os vinhos brancos, a Nova Zelândia produz vinhos tintos a partir de castas como Cabernet Sauvignon, Pinot Noir, Merlot e Syrah ou da mistura delas.

O País tem dez regiões produtoras distribuídas pelas Ilhas do Norte e do Sul. Das Ilhas do Norte a mais importante é Auckland, região conhecida por produzir excelentes vinhos tintos. As demais regiões são Waikato, Wellington, Hawkes Bay, Northland e Gisborne.

Nas Ilhas do Sul, destaque para a região de Marlborough, a mais conhecida e reputada do país, produzindo vinhos de altíssima qualidade e também a maior produtora de espumantes. No lado Sul ainda temos as regiões Nelson, Canterbury e Central Otago.

Ainda que não seja um país de grandes tradições vinícolas, a Nova Zelândia oferece uma impressionante variedade de rótulos com alta qualidade e estilo. São vinhos de grande expressividade que merecem respeito e o espaço que vêm ganhando no mercado.

9 Produto(s)

Direção Descendente
por página

Tabela  Lista 

9 Produto(s)

Direção Descendente
por página

Tabela  Lista