primitivo di manduriaPrimitivo di Manduria: conheça mais sobre a região e seus famosos vinhos

A Itália possui regiões produtoras de vinho tão tradicionais e qualificadas como as mais famosas do mundo, e um dos grandes exemplos é a Puglia com o tradicional Primitivo di Manduria.

Muito famosa pelo cultivo da uva Primitivo, ela se tornou a região favorita de diversos enófilos, fazendo jus a qualidade dos seus vinhos.

O Primitivo di Manduria é um vinho italiano notório, que vem de uma região tradicional da Itália e nós preparamos um artigo especialmente para você conhecer mais sobre ele!

Vamos começar? Acompanhe!

Manduria, o calcanhar da bota da Itália

Manduria é uma pequena comuna italiana, localizada na região da Puglia, ao sul do país, também descrito constantemente como o "calcanhar da bota" da Itália. As belas praias de Puglia, fruto dos mares Jônico e Adriático, atraem diversos turistas de todo o mundo.

A grande produção de vinhos e a alta qualidade das garrafas rendeu à Manduria o título de principal região vinícola do sul do país, dentro do território considerado o berço dos vinhos italianos.

A história da uva Primitivo

Com origem incerta, a uva Primitivo é a base do sucesso dos vinhos de Manduria. Curiosamente, ela foi levada por imigrantes americanos para os Estados Unidos, onde é conhecida como zinfandel.

Ao longo dos anos, os vinhos feitos na região de Manduria eram considerados de baixa qualidade, feitos para consumo rápido e diário. Mas a redescoberta da vinha de uva primitivo trouxe a possibilidade de produzir garrafas de altíssima qualidade, que hoje se enquadram entre os melhores vinhos italianos da atualidade.

Os famosos vinhos Primitivo di Manduria

Com o passar dos anos, cada vez mais os Primitivo di Manduria caíram nas graças de enófilos e sommeliers de todo o mundo.

O alto teor alcoólico e acidez equilibrada se juntam ao corpo – geralmente – médio, se tornando robustos e intensos na boca. Com uma coloração vermelho escuro e aromas complexos, são encontrados traços claros de frutas vermelhas e negras, como cereja, morango e amora. De longo final que remete a chocolate. Irresistíveis!

Em média, possuem um potencial de guarda de 5 a 6 anos, mas as melhores garrafas podem ser envelhecidas por muito mais tempo.

É um vinho que combina muito bem com carnes vermelhas e pratos de tempero forte. Como é considerado complexo, dê um tempo para apreciar todas as suas características devidamente.

3 sugestões de vinhos de Primitivo di Manduria

A Via Vini possui excelentes opções de vinhos Primitivo di Manduria para você conhecer.

Para te ajudar no processo, separamos 3 sugestões de garrafas bem pontuadas feitas a partir da uva primitivo. Acompanhe.

Primitivo di Manduria Magma DOP

O Magma DOP possui notas balsâmicas no aroma, mescladas à frutas silvestres e um sutil toque de madeira e anis. Esse é o resultado de 14 meses em barricas de carvalho francesas!

 Vinho Primitivo di Manduria Magma DOP

Vinho Primitivo Puglia Esperanto

Com notas de frutas muito presentes, muito sabor e redondo na boca, o Primitivo Puglia Esperanto é uma excelente opção para quem quer começar com os vinhos de uva primitivo, com uma excelente relação custo x benefício.

Vinho Primitivo Puglia Esperanto

Vinho Primitivo di Manduria 80 Ottant'anni Vecchie Vigne

Cor vermelho brilhante, com reflexo púrpura, aromas complexos e persistentes com notas de mato, tabaco, cacau, café, impressões de cassis, couro e cedro, o Ottant'anni é considerado um dos melhores vinhos feitos com a uva primitivo de todos os tempos. Foi produzido de vinhas com 80 anos e engarrafado em 2012.

Vinho Primitivo di Manduria 80 Ottant'anni Vecchie Vigne

O Primitivo di Manduria é um vinho extremamente característico e que tornou a Manduria uma rota indispensável para quem deseja experimentar os melhores vinhos da Itália e do mundo.

Agora que você já conhece melhor de onde ele veio e porque se tornou tão reconhecido, é hora de experimentar! Conheça nossa variedade de vinhos Primitivo di Manduria e aproveite!

Você já experimentou garrafas dessa região? Como foi sua experiência? Conte para a gente nos comentários!