harmonização de vinhos e queijos

7 dicas para harmonizar vinhos e queijos

Queijo e vinho possuem uma afinidade enorme, compartilham de técnicas muito antigas e processos de fermentação, que tinham como objetivo preservar alimentos frescos durante o inverno.

Não é atoa que nós brasileiros construímos o hábito de comer queijo. O Brasil é um dos maiores criadores de gado do mundo e o queijo é uma das melhores técnicas para conservar o leite.

A combinação desses dois alimentos é perfeita, porém não é tão simples. Com tantos tipos de queijos e vinhos, cada um com características bem diferentes, fica difícil saber como devemos harmonizá-los. Por isso, separamos 7 dicas para você não errar na hora de harmonizar queijos e vinhos. Confira!

1.Queijo minas frescal

O queijo minas tem um sabor fresco e leve, com uma ligeira acidez. É mais comum combiná-lo com chás ou cafés. Mas caso deseja acompanhá-lo com vinho, o ideal é um vinho branco leve, refrescante e frutado, que também são frescos e leves. Sauvignon Blanc,Chardonnay,Albariño eMuscadelle são boas opções.

2.Brie

Esse tipo de queijo francês tem um sabor suave e marcante, lembrando um pouco o sabor de nozes. Essa característica faz com que ele tenha uma combinação perfeita com vinhos brancos mais encorpados e densos, como por exemplo, o Chardonnay ou vinhos tintos mais leves, como o Pinot NoirMerlot.

3.Parmesão

O parmesão é um queijo seco, envelhecido e com uma massa dura e gordurosa. Tem um sabor intenso, salgado e bem forte, com uma acidez acentuada. Quando são servidos como aperitivos, o ideal é harmonizar com espumantes secos ou champanhe. Já quando são servidos como refeição, é perfeito para acompanhar vinhos comoCannonau,Rhône,Barbaresco e vinhos com a uva Cabernet Sauvignon.

4.Queijos azuis

Queijos azuis, como o Gorgonzola ou Roquefort são salgados e com um sabor mais picante de fungo no meio da massa. O segredo da harmonização é o contraste. Para ressaltar o sabor do queijo, o ideal são vinhos tintos mais adocicados, como os de Sauternes,Bonarda ou Gewürztraminer.

5.Muçarela

A muçarela é o queijo mais comum entre várias receitas e tem um sabor fresco e neutro. Normalmente é consumida em um prato que leve a muçarela gratinada ou então pode ser consumida pura, temperada com azeite e algumas ervas finas. Ideal para tomar com um vinho tinto mais forte, como o Chianti.

6.Queijo meia cura

Com um gosto mais acentuado e uma consistência seca, ele tem um sabor mais suave e cremoso. Além do vinho, ele também combina muito com outras bebidas, como café, cachaça ou cerveja. Por sua maturação característica, ele pede por vinhos tintos de corpo médio, como MerlotMarzemino.

7.Provolone

Quanto maior o grau de maturação do provolone, melhor para combinar com vários sabores de vinhos. Ele é compacto, duro e tem um aroma agradável. Ele costuma ser defumado, por isso tem uma longa duração. O ideal é combiná-lo com vinhos de corpo médio, como os de ChiantiBaroloRhôneBordeaux.

A harmonização desses sabores é um dos maiores prazeres dos amantes de vinhos, por isso não tenha medo! Além dos queijos, você também pode harmonizar os vinhos com pães, carnes e frutas. Que tal experimentar e contar para a gente o que achou?

Aproveite para acessar gratuitamente o nosso ebook para aprender a degustar vinhos como um legítimo sommelier. Acesse agora mesmo!