adega climatizada

Chega uma hora em que todo amante de vinho pensa em colecionar vinhos.

Pode acontecer durante um tour de uma vinícola ou quando tem aquela promoção de uma caixa mista de vinhos que você gosta. De repente você se vê comprando uma caixa inteira de vinhos diferentes.

E agora você precisa armazená-los corretamente.

Algumas pessoas tem a sorte de ter um porão ou outra área fresca nas suas casas onde conseguem guardar os seus vinhos a uma temperatura e umidade relativa apropriadas.

Mas, para o resto de nós, a melhor forma de armazenar é com uma adega climatizada. E, felizmente, existem várias no mercado hoje em dia.

Neste post iremos te passar algumas dicas de como escolher a melhor adega climatizada para as suas necessidades. Acompanhe!

Capacidade de Armazenamento

A primeira coisa para você decidir é qual o tamanho da adega que você deve comprar. E isso é definido pela capacidade de armazenar garrafas.

No mercado existem adegas climatizadas que podem armazenar 12 garrafas e outras que podem armazenar até 230 garrafas!

Como você irá decidir isso depende de dois critérios principais:

  • O espaço disponível na sua casa para instalar a adega;
  • A quantidade de vinho que você quer guardar. Isso pode ser calculado levando em consideração o número de vinhos que você consome menos o número de vinhos que você compra por mês.

A especialista de colecionar vinhos Maria Gabriela Brito recomenda a compra de  uma adega climatizada com capacidade de armazenar até 40 garrafas de vinho, se você não tem certeza o quão grande sua coleção se tornará.

Segundo ela: “é pequeno o suficiente para caber em qualquer apartamento sem ocupar muito espaço, e também satisfará o objetivo de manter uma coleção grande o suficiente para as necessidades da maioria das pessoas”.

Garantia

Na hora de comprar a adega, procure mais informações sobre a reputação do fabricante, além de buscar conhecer a sua política de garantia e o tempo que a assistência técnica leva para reparar um problema.

Afinal, mesmo que adegas de boa qualidade não costumam dar problemas, com o passar do tempo pode acabar sendo necessário fazer manutenções.

Temperatura

Temperatura constante é o mais importante. E não basta ter uma adega climatizada: ela precisa estar no lugar correto na sua casa.

Se sua coleção tem vinho de guarda, velhos e delicados, considere a possibilidade de ter uma adega só para eles. De nada adianta armazená-los bem se ficar abrindo sua adega o tempo todo para pegar vinhos de consumo regular.

Também busque por uma adega climatizada que tenho o visor de temperatura externo para evitar abrir a porta desnecessariamente. Além disso, procure entender como funciona o sistema de refrigeração e qual o limite de temperatura que a máquina oferece.

No mercado brasileiro, existem dois tipos de sistema de resfriamento: o termoelétrico e o com compressor.

Adega Termoelétrica

Funciona com troca de calor, ou seja, depende da temperatura do ambiente para manter sua temperatura interna. Se você conseguir colocar a adega num lugar mais fresco na sua casa, é uma boa opção.

Caso contrário, você não irá conseguir manter a temperatura ideal para armazenar suas garrafas, que pode comprometer a qualidade dos seus vinhos.

Este modelo também tende a dar mais problemas, necessitando mais manutenção.

Adega com Compressor

Oferece a garantia da temperatura certa para os seus vinhos. É uma adega que tem um motor compressor, igual ao de geladeira, na parte traseira.

O que a difere da geladeira comum é que neste motor existe um amortecedor para que não vibre e um termostato para controlar a temperatura que gira mais alta que a da geladeira.

Um ponto negativo desse modelo é que pode representar um gasto maior na sua conta de luz.

Se você gosta de vários tipos diferentes de vinho, e pretende armazená-los no mesmo aparelho, o ideal é escolher uma adega com compartimentos capazes de manter temperaturas diferentes.

Outra dica interessante, é optar por uma adega com grades removíveis, que possa guardar garrafas de diversos tamanhos e formatos.

Iluminação

Sempre prefira adegas climatizadas que tenham portas de vidros especiais que ofereçam proteção contra raios UV. Se não tiver esta opção, a adega precisa ficar em algum lugar que não pega luz para proteger os vinhos.

Na parte de dentro, as luzes utilizadas devem ser do tipo que não geram calor.

Design

Como uma adega pode dar um toque a mais de personalidade à sua casa, também é interessante olhar para seu design para integrá-la à decoração do seu lar. Além das adegas mais conhecidas (aquelas geralmente escuras, em

tons de preto e cinza), existem modelos das mais variadas cores, e outros que são no estilo “vintage”. Muitas pessoas acabam comprando o modelo clássico preto, pois não conhecem a existência de outros, então vale a pena dar uma pesquisada antes de comprar.

Travas de Segurança

Na hora de escolher a adega ideal, você também precisa considerar a segurança do aparelho. As travas e os alarmes oferecidos em alguns modelos são bons aliados na boa conservação dos seus vinhos.

Além de evitar furtos (sua coleção é valiosa!), é importante para evitar que pessoas que não entendam a importância de uma adega fiquem abrindo a adega sem propósito.

Depois de todas essas dicas, pode parecer que a escolha de uma adega climatizada seja uma tarefa difícil. Mas a busca pelo melhor modelo também traz o prazer de entender as melhores condições para armazenar suas garrafas.

Fique atento aos detalhes e faça a escolha certa para a sua coleção!

O que achou das adegas climatizadas? Conte para a gente nos comentários!